Cinzas .

No silêncio do teu olhar
Imaginei-te á luz do luar…
Sentei-me ao teu lado ao pôr-do-sol,
Sorri-te ao amanhecer…
Sonhei contigo
Antes de adormecer.

No silêncio da noite,
Chorei,
Contigo no pensamento….
Queimei recordações,
Queimei ilusões
E as cinzas lancei ao vento!

No silêncio da madrugada,
Sem sono e cansado,
Procurei-te no vazio do meu coração,
Mas apenas encontrei
Cinzas de uma paixão!


By: Gonçalo Santos

7 comentários: